quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Toque do GD


O toque do GD dessa semana é quanto ao uso de sacolas retornáveis ao invés de sacolas plásticas, no último sábado fui fazer um surf cedo na praia da macumba e acabei sendo recepcionado por dez urubus, maiores que uma galinha, passeando pelas areias e se alimentando do lixo deixado pela chuva que caiu na noite anterior. Mas o pior era a quantidade de plástico carreado para a praia, garrafas PETs, sacolas plásticas, canudinhos e tudo que se possa imaginar de plástico. Esse plástico vai demorar 400 anos para se decompor, sem falar dos animais que se alimentam desse plástico e morrem.

Mais tarde, após o contato de primeiro grau com a urubuzada, fui ao supermercado e me deparei com sacolas retornáveis sendo vendidas no próprio mercado por R$ 1,19. A sacola em si já era feita de lona reciclável, provavelmente sacos de batatas, que se não virassem sacolas iriam para o aterro sanitário, que em muitos casos já estão sobrecarregados e no final de sua vida útil. A sacola era bem grande e resistente, e aguentou o peso de todos os produtos tranquilamente (caixa de cerveja, Pet de 2 litros, suco, pão, carne, biscoito etc...), só a caixa de ovo que foi na mão porque senão virava omelete.

Considerando que os saquinhos de plástico são muito finos, e, para não rasgar colocamos 2 sacos, ou até 3, um dentro do outro, eu deixei de pegar aproximadamente uns 20 saquinhos com o uso da sacola retornável. Esses 20 saquinhos provavelmente terminariam no mesmo aterro sanitário citado anteriormente, isso quando não vão parar nos nossos rios e terminam no outside, lá onde a galera tá esperando as ondas. Todos os dias milhões de saquinhos são depositados no meio ambiente.
Outra dica é arrumar dois sacos retornáveis para facilitar o transporte, dessa forma você divide melhor o peso e carrega de uma forma mais ergonômica os produtos, evitando forçar somente um lado do corpo, prejudicando sua coluna.

Então a dica é essa, quebre esse paradigma, use sacolas retornáveis, é só questão de se acostumar, depois da primeira vez você não consegue mais carregar plástico para casa. Chega de plástico!!!!!!!!!!!!!!!

Aloha GD

6 comentários:

rafabela disse...

Fala GD, muito bom o toque da semana.

Inicialmente fiquei preocupada com essa história de toque, mas a causa é boa.

As sacolas retonáveis são uma ótima saída mesmo, mas o que faremos com os resíduos de lixo? As sacolas retornáveis servem para as compras e o nosso lixo? Temos que pensar em uma forma de despachar o nosso lixo também!

A propósito, belo blog. Para mim, uma leiga do surf, falta somente uma espécie de dicionário para eu me afeiçoar melhor aos termos surfianos.

Abraços,
Rafinha da Mangueira.

DSC disse...

valeu rafaela....claro que nosso lixo tem de ser embalado em alguma coisa até ser recolhido para tratamento e destino final...até pra proteção contra animais e insetos...mais a verdadeira solução é atacar na fonte da geração de resíduos...se consumirmos conscientemente, produziremos menos lixo...vamos reduzir nossa geração de resíduos...alohaGD!!!!!!!!

FUN disse...

Aqui no Hawaii já rola uma campanha pra galera só usar esse tipo de sacola na hora das compras nos mercadinhos.
É uma maneira legal de pouparmos um pouca a natureza.
abraço

Fred Schmidt disse...

Boa atitude GD! Depois de tanto eu te perturbar com esta idéia você acabou cedendo.... parabéns! Resta saber se você irá sair para o almoço com as sacolinhas retornáveis, pra ir lá nas Lojas Americanas comprar teus filmes (DVDs) e chocolates... rs! Quero ver, hein!

Marcanti disse...

GD,
Se deus é 10 e o capioto 666, você com essa campanha é 1000, parabéns!!!
MPB

Tiago disse...

Gordo,

Já adoto essa prática aqui em casa, inclusive com sacolas diferentes pra cada membro da família! Não pega bem sair por aí com sacola de onçinha... A gente sabe que isso é pouco mas eu me sinto bem melhor. Agora só tenho sacolas plásticas pra vestir o John.
Se liga: tava devendo material da viagem peruana... Postei um vídeo no youtubiu!
http://www.youtube.com/watch?v=gdUrrVrdHt4
Olha e diz o que achou da marola.
Até quarta!

Abraços,
Tiago do Petróleo!